top of page
  • Espaço Exibicionista

MARIA FLORES


Maria Flores Pintura
Maria Flores (Portugal)

Maria Flores (Lisboa, 1979) - Licenciada em pintura pela Faculdade Belas Artes de Lisboa. As cores remetem para pinturas que perpassam pelo mistério e por um legado que se perpetua. O traço, robusto, delineia uma fragilidade onírica que pressupõe a palavra, as estórias e os murmúrios...


Maria Flores (Lisbon, 1979) - Graduated in painting from Faculdade Belas Artes de Lisboa. The colors take us to paintings that permeate the mystery and a legacy that is perpetuated. The robust line outlines an oneiric fragility that presupposes the word, the stories and the murmurs...

INSIDE EE _ MARIA FLORES
 

ESTÓRIAS DE DESENCANTAR, 2023

Artist Statement - Solo Exhibition 2023

Não tive dúvidas em relação ao que queria ser quando fosse grande. Ainda não sabia o que era ser artista e já me sentia assim enquanto fazia os cartazes comemorativos da escola primária.. Há vários marcos na minha vida enquanto artista. Conseguir formar-me em pintura na faculdade de belas artes da universidade de Lisboa foi um deles. Depois vieram exposições de pintura e de fotografia. Vieram prémios, como o salão de primavera do Casino do Estoril. Mas as minhas maiores obras são de agora. O “Atelier Espaço Criativo”, onde dou aulas de pintura a óleo e esta exposição, estas estórias, que não podiam ser melhor contadas do que aqui e agora...

I had no doubts about what I wanted to be when I grew up. I still didn't know what it meant to be an artist and I already felt that way while I was making the commemorative posters for primary school. There are several milestones in my life as an artist. Managing to graduate in painting at the Faculty of Fine Arts at the University of Lisbon was one of them. Then came painting and photography exhibitions. There were prizes, such as the Estoril Casino's spring salon. But my greatest works are from now. The “Atelier Espaço Criativo”, where I teach oil painting classes and this exhibition, these stories, which could not be better told than here and now...


Adormeço num mar de rosas, acordo nos espinhos. Sonho com a fruta doce e a seiva das flores frescas, apodrecem com o raiar. Bebo o néctar que os deuses me prometeram, sinto-me tóxica. Deito-me no calor de um beijo, desperto com o frio do abraço vazio. Ouvi dizer que era sempre, viver feliz para. Continuo a acreditar, escolho. Todos os dias colho os frutos e as flores espinhosas com amor e crença. Todos os dias um trago de veneno, o espelho como testemunha. E repito em tom de prece “e vivo feliz para sempre.” Fim.


 

EE GROUP SHOW'S



LIBRARY - EE GROUP SHOW 2022

Penso: talvez o céu seja um mar grande de água doce e talvez a gente não ande debaixo do céu mas em cima dele; talvez a gente veja as coisas ao contrário e a terra seja como um céu e quando a gente morre, quando a gente morre, talvez a gente caia e se afunde no céu. I think: maybe the sky is a big sea of ​​fresh water and maybe we don't walk under the sky but on top of it; maybe we see things the other way around and the earth is like a sky and when we die, when we die, maybe we fall and sink into the sky.


 

DENTRO DAS PALAVRAS - 2021


O que fica por "dentro das palavras"... What stays “inside the words”…

Por dentro das palavras ficamos nós. Por elas adentro vou eu. Este “eu” adentro delas são estórias, emoções, sentimentos, mistério, cumplicidade, intimidade e magia. Vivida e imaginada. Contada. Este “eu” posso ser eu, tu ou qualquer pessoa que se permita deixar-se invadir por estes momentos, viajar por estes espaços oníricos.

We stay inside the words. Through them I go. This “I” within them are stories, emotions, feelings, mystery, complicity, intimacy and magic. Lived and imagined. Told. This “I” can be me, you or anyone who allows themselves to be invaded by these moments, traveling through these dream spaces.





Quem é a Maria Flores? Who is Maria Flores?

Maria Flores é uma pessoa determinada e intuitiva, que não decidiu ser artista. A minha individualidade artística nasceu antes de mim, para me abraçar e me receber. Acho que não sou deste tempo.

Maria Flores is a determined and intuitive person, who has not decided to become an artist. My artistic individuality was born before me, to embrace and receive me. I think I’m not from this time.

O que tranca um cadeado? What locks a padlock?

Um cadeado é uma tentativa de proteção. Adoro mistérios e segredos, é uma imagem que tenho como sublime! Um cadeado é um guardião de segredos, de coisas importantes. E há sempre uma chave que confiamos a alguém ou a nós mesmos.

A padlock is an attempt of protection. I love mysteries and secrets, it's an image that I have as sublime! A padlock is a keeper of secrets, of important things. And there is always a key that we trust to someone or to ourselves.

O que é um “refugio improvável”? What is an “improbable refuge”?

É um sitio dentro de nós. Etéreo e intangível. It’s a place inside us. Ethereal and intangible.


Estiveste muito tempo sem pintar ou sem aparecer? You have been a long time without painting or without showing up?

Estive num “refugio improvável” (eheh). Bem... também sou tímida!

Depois de me formar em pintura em 2004 na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa fiz muitas coisas. Pintei, fiz fotografia, fiz exposições, ganhei prémios, mas sobretudo ganhei bolhas nas mãos de trabalhar. Um dia parei para sarar, no meu “refugio improvável”. Aos 38 anos tirei a carta de mota e ganhei calos nas mãos dos punhos da minha liberdade. E descobri que a liberdade faz bolhas e calos, nas mãos e no coração. Regressei, de coração cheio. Hoje só faço aquilo que gosto e me dá prazer. Pinto, dou aulas de pintura no meu atelier e ando de mota. Sou eu quem guarda a chave do meu cadeado

I was in an “improbable refuge” (eheh). Well... I'm also shy!

After graduating in painting in 2004 at the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon I did a lot of things. I painted, photographed, exhibited, won prizes, but above all I got blisters on the hands of working. One day I stopped to heal, in my “improbable refuge”.

At 38 I got my motorcycle license and got blisters on the hands of the fists of my freedom. And I discovered that freedom makes blisters and calluses, in the hands and in the heart. I returned with a full heart. Today I only do what I like and what gives me pleasure. I paint, I teach painting classes in my studio and I ride a motorcycle. I'm the one who keeps the key to my padlock.



Maria Flores Artista

192 visualizações

Comments


bottom of page