• Espaço Exibicionista

JORGE CHARRUA

Atualizado: 20 de set.

O trabalho de Jorge Charrua vive num equilíbrio de saudosismo e nostalgia com temas contemporâneos, através de iconografias e símbolos, como a cultura de Hip-Hop, Videojogos e História de Arte, recorrendo a uma pintura tradicional para estabelecer uma ligação. Jorge Charrua (1991) iniciou a sua atividade artística em 2004, no graffiti. É licenciado em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.


Jorge Charrua's work lives in a balance of nostalgia with contemporary themes, through iconography and symbols, such as the culture of Hip-Hop, Videogames and Art History, using traditional painting to establish a connection. Jorge Charrua (1991) began his artistic activity in 2004, in graffiti. He has a degree in Painting from the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon.


 

REMINISCE , 2022


INSIDE EE : JORGE CHARRUA, 2022

Artist Statement


Reminisce nasce de um estado de contemplação das memórias de tempos passados.

Em momentos íntimos, remetemo-nos frequentemente à reflexão sobre as origens na nossa individualidade, recriamos cada vivência e recordamo-las com um reconforto nostálgico.


O corpo pictórico surge da dualidade entre a memória do espírito saudosista da década de 90 e a representação de realidades oriundas de uma contracultura disruptiva nas suas origens, e que hoje conhecemos como cultura Hiphop. Este espírito transformativo das contraculturas - e em particular desta mencionada acima -, levou a alterações profundas no paradigma social vigente: com base no slogan "For Us, By Us", aquilo que outrora seria associado a uma Low Culture, uma cultura "inferior", levou a que pessoas comuns se conseguissem libertar das grilhetas e normas estabelecidas e pudessem criar as suas próprias formas de ver o mundo. A cultura HipHop, entre outras culturas urbanas, nasce nesse fundamento.


Reminisce derives from a state of contemplative memory of a past time that each experience constituted the individuality of each one. Where in intimate moments we reflect upon of what was rooted in our existence and remember with nostalgic comfort.


The body of work is created from the duality between memory, the nostalgic spirit of the 90s with the representation of realities arising from a disruptive counterculture that has given rise to trend shifts in culture with the internalized slogan of "For Us, By Us". This spirit of counter-culture, which would once have been associated with an inferior Low Culture, is what sparked transformative movements that changed the social paradigm , where ordinary people would free themselves from the shackles and established norms to create their alternatives for seeing the world. Hip-Hop culture is born on this foundation, among other urban cultures.


JORGE CHARRUA

No meio desta cultura efervescente, surgem também, associadas, novas formas de entretenimento como os videojogos ou TV Shows que, numa primeira leitura, podem ser entendidas como formas inferiores de cultura, com um teor de expressão meramente funcional e vazias de conteúdo. No entanto, estas formas de expressão têm igual complexidades e cada camada integrante merece apreciação singular - desde a música à imagem gráfica e à animação. Ao analisar, sem preconceitos, cada uma destas partes, é fácil perceber como muitos destes produtos alcançaram a intemporalidade.


O corpo de trabalho mostra, na sua forma mais directa, os diferentes universos culturais que têm em comum este fio condutor do sentimento de Reminiscência, que nos conecta e que faz parte do nosso imaginário. Estas obras tornam-se, assim, num veículo de celebração e homenagem a estes vários universos e às muitas pessoas que as mantêm ainda vivas, no presente.


Intertwined with Low culture, forms of entertainment such as video games or tv shows can be included, which to the first layer are understood as forms of inferior cultures with a merely functional content of expression. However, these forms of expression have their complexities and each layer deserve apreciation on its own. From the music to the graphic image and animation. Many of these products reach the timeless status and by analise each component we can understand why it reached that status.


The body of work thus shows in its most direct form the different cultural universes having as a guiding thread a feeling of Reminiscence that connects us and that were part of our imagination. The work thus becomes a vehicle of celebration and homage to these many universes and to the people who keep them alive in the present.



 

LILITH - "APOCRYPHU" GROUP SHOW 2021


JORGE CHARRUA
LILITH - JORGE CHARRUA 2021

Lilith é mencionada na Bíblia Cristã em Isaías 34:14, sendo um demónio. Hoje é considerada como a primeira feminista, numa religião dominada por homens em todo o mundo. No folclore judaico, Lilith foi a primeira mulher de Adão, ambos criados ao mesmo tempo. Destemida e recusando-se a ser subserviente ao seu marido, Deus expulsou-a do Jardim de Éden e criou Eva a partir de uma costela de Adão, eliminando-a da história da criação humana.


Lilith surge na série icónica Neon Genesis Evangelion como uma figura de criação da vida. Nesta história Lilith é dividida em duas partes pelos Humanos para ser usada como um instrumento: O seu corpo aparece preso e incapaz, tornando-a num mártir que carrega em si todo o pesar da vida humana, e a sua alma é induzida num corpo feminino (Rei Ayanami), aprisionada e sem qualquer decisão sobre si… sem memória, sentimentos ou emoções. Corpo e alma são manipulados por Homens, simbolizando um controlo machista, até ao dia que ambas as partes não sejam mais necessárias para os Humanos. No filme End of Evangelion, Lilith toma conta do seu próprio destino, revoltando-se e tomando total controlo do seu corpo e alma: ‘’Não sou a tua marioneta’’. Desta forma são purificados todos os seres que deu origem, recriando uma vida pura, livre de tormento e de controlo de género. Lilith simboliza a libertação da Mulher.



Lilith is mentioned in the Christian Bible at Isaiah 34:14 as being a demon. Today she is regarded as the first feminist in a male-dominated religion around the world. In Jewish folklore, Lilith was Adam's first wife, both created at the same time. Undaunted and refusing to be subservient to her husband, God cast her out of the Garden of Eden and created Eve from Adam's rib, eliminating her from the story of human creation.


Lilith appears in the iconic Neon Genesis Evangelion series as a life-creating figure. In this story Lilith is divided into two parts by humans to be used as an instrument: Her body appears trapped and incapable, turning her into a martyr who carries within her all the burden of human life, and her soul is induced into a female body. (Rei Ayanami), imprisoned and without any decision about herself… without memory, feelings or emotions.

Body and soul are manipulated by men, symbolizing sexist control, until the day both parts are no longer needed by humans. In the film End of Evangelion, Lilith takes charge of her own destiny, rebelling and taking full control of her body and soul: ‘’ I am not your puppet ’’.

In this way, all beings from which it originated are purified, recreating a pure life, free from torment and gender control. Lilith symbolizes the Woman's liberation


JORGE CHARRUA

#espacoexibicionista #jorgecharrua #espacoexibicionistagallery

94 visualizações