ROGÉRIO TIMÓTEO
SINTRA (PORTUGAL)

Nasceu em Anços, Sintra em 1967

 

Desde cedo se interessou pelas artes, mas foi no encontro com escultor Pedro Anjos Teixeira, de quem foi aluno durante cinco anos, que abriu os horizontes para a escultura. Reforçando essa aprendizagem, frequenta o curso “Novas Tecnologias do mármore” em Vila Viçosa e o curso de desenho - Sociedade Nacional de Belas Artes de Lisboa. Actualmente vive e trabalha no concelho de Sintra.

 

Tendo nascido e crescido numa região predominantemente ligada à extração e transformação de mármores é com naturalidade que escolhe o mármore como matéria-prima preferencial para as suas esculturas, não excluindo, no entanto abordagens a novos materiais e técnicas, tais como bronze e mais recentemente resinas

 

Conta com 31 exposições individuais em Portugal e no estrangeiro e mais de 200 exposições colectivas. . Desenvolveu e realizou 30 esculturas para espaços públicos, oito delas de escala monumental. Está representado em vários espaços museológicos em Portugal e em diversas colecções particulares em Portugal e no estrangeiro

REPRESENTADO

- Solbi- Soc. Lusobritânica de Informática
- Edinfor - Sistemas Informáticos
- Inspecção Geral da Administração Interna
- Museu da Água da EPAL
- Clinique Française - Lisboa
- Grundfos Portugal, SA
- Diversas colecções nacionais e estrangeiras
- Direcção dos Serviços de Engenharia
- Clinica do Tempo - Parede
- Deloitte Portugal 
- Novo Nordisk - Paço de Arcos
- Casa Lena Gal - Ribeira Grande – Açores
- Associação Nacional das Farmácias - Lisboa
- Ministério dos Negócios Estrangeiros - Lisboa
- Museu Arqueológico do Carmo - Lisboa


OBRA PÚBLICA e OUTROS TRABALHOS

1991 - Busto do General Firmino Miguel - Mafra

 

1992 - Monumento a Cristo-Rei - Sabugal

 

1993 - Conjunto Escultórico para a Fonte Luminosa de Charneca da Caparica - Almada

 

1994 - “Fénix” - Bombeiros Voluntários de Carnaxide

 

1995 - “Falcão” para Salvaterra de Magos

 

1995 - “Brasão” para a Escola Prática da Guarda Nacional Republicana

 

1995 - “Canteiro” - Edifício Delegação Reg. Ind. e Energia

 

1996 - “Fénix” - Bombeiros Voluntários de Moscavide

 

1996 - Busto de D. Dinis - Salvaterra de Magos

 

1997 - “Ilha dos Amores” - Sala dos Recreios - Amadora

 

1997 - Realização de 50 múltiplos de “Sereia” - EPAL

 

2000 - Busto Dr. José Máximo - Lourinhã

 

2000 - Escultura Monumental “Mergulhos” Rotunda SOLBI - Linda-à-Velha - Oeiras

 

2001 - Escultura Monumental - “Eternidade” - Sintra.

 

2002 - Busto Dr. Afonso Pedreira Vilela - Carvalhal - Torres Vedras

 

2004 - Escultura Monumental “Evolução” Montelavar - Sintra 

 

2004 - Escultura Monumental “Horizonte” - Cascais 

 

2005 - Conjunto Escultórico “Jardim do Logos” – Biblioteca de Sintra

 

2005 - Escultura Monumental “Matriz” - Alto de Carnaxide - Oeiras

 

2005 - Escultura Monumental “Pulsare” - Alto de Carnaxide - Oeiras

 

2006 - Busto do Eng. Manuel da Maia - Direcção dos Serviços de Engenharia - Lisboa

 

2007 - Prémios de Excelência - Deloitte - IRG Awards 2007 - Private Gallery

 

2007 - Busto Padre Ramiro Moreira - Alvares

 

2007 - Escultura Monumental - “Ritos de Passagem” - Queluz - Sintra

 

2008 - Busto Dr. Simplício dos Santos - Sintra

 

2010 - Busto do actor Armando Cortez - Casa do Artista - Lisboa

 

2011 - “O Círculo” - Edifício Garrett 29 - Lisboa

 

2013 - Monumento aos Bombeiros Voluntários de Loures

 

2013 – Medalhão da Condessa de Schonborn Wiesentheid - Muge

 

2015 - Busto da Rainha D. estefânia - Ministério dos Negócios Estrangeiros - Lisboa

V E R T I G E M
 
8 JAN - 9 FEV , 2016

"O acto que torna possível a realização material de uma escultura é, um pouco, como caminhar sobre um cabo; fino arame que se estende através de um precipício  capaz de absorver a criatividade à mínima insegurança ou hesitação do artista.

Raras são as obras que durante a sua concepção mental não são alvo de uma intensa análise crítica que culmina, muitas vezes, com a rejeição da ideia inicial ou com uma profunda modificação estética, ainda que a ideia matricial se mantenha.

Neste ponto a travessia vai a meio. A escolha do material que permitirá a passagem da ideia ao plano físico é uma fase por demais importante. O cabo torna-se mais fino. Descobre-se que o material tem uma essência própria que se impõe e, mesmo com uma técnica apurada por longos anos de prática, dificulta a obtenção da imagem tridimensional criada pela mente.

Toda a travessia decorre em equilíbrio precário. A tensão no cabo é levado aos limites pela impetuosidade do gesto criativo. Por vezes a mente e o gesto derivam em completa harmonia com a oscilação do cabo e lentamente surge um vislumbre de terra firme.

O desejado fim é pura ilusão, pois a sensação de vertigem irá perdurar muito para lá do termino da obra ou até nunca desaparecer."

 

Rogério Timóteo

 

"The act makes it possible to perform a sculpture,it´s a bit like walking on a cable; thin wire that extends through a cliff able to absorb creativity to the minimum uncertainty or hesitation of the artist.

Rare are the works that during his mental conception are not the subject of an intense criticalanalysis that culminate often with the rejection of the initial idea or a profound aesthetic change, although the idea matrix is ​​maintained.

At this point the passage is halfway. The choice of the material will allow the passage from idea to physical plane, is the most important stage. The cable becomes thinner. It turns out that the material has an essence that must be made and, even with a refined technique for long years of practice, difficult to obtain three-dimensional image created by the mind.

The entire journey takes place in precarious balance. The tension in the cable is taken to the limits by the impetuosity of the creative gesture. Sometimes the mind and gesture are derived in complete harmony with the oscillation of the cable and slowly comes a glimpse of land.
The desired end is an illusion, because the feeling of vertigo will last well beyond the end of the work or to never fade."

 

Rogério Timóteo

OBRAS DISPONIVEIS PARA VENDA

ARTWORK AVAILABLE FOR SALE

ROGÉRIO TIMÓTEO
ROGÉRIO TIMÓTEO
ROGÉRIO TIMÓTEO
ROGÉRIO TIMÓTEO
ROGÉRIO TIMÓTEO
ROGÉRIO TIMÓTEO
ROGÉRIO TIMÓTEO

Rua Dona Estefânia 157 C, Lisboa, Portugal | GPS: 38.732722, -9.141149 | T: +351 214 055 054 | info@espacoexibicionista.com

 

SEG-SEX: 11:00 - 20:00 | SAB: 11:00 - 18:00