LUÍS RODRIGUES
TORRES NOVAS (PORTUGAL)

Luís Rodrigues nasceu em 1948 na cidade de Torres Novas em Portugal.

Em 1967 decide ir viver para Paris e termina os seus estudos em Orléans e Poitiers.

 

Professor de artes plásticas que tem como hábito frequentar assiduamente o Museu do Louvre onde se descobre com Rembrant, Chardin e Goya.
 

Os trabalhos de Luís Rodrigues são vistos pela primeira vez em Portugal em 1998 na Galeria Neupergama, na cidade de Torres Novas. Em 2010 participa na exposição colectiva “20 Pintores Portugueses de Paris do Sec. XX”, na Galeria Municipal Artur Bual, na cidade da Amadora,

 

Em 2004 é representado numa exposição colectiva de Arte Contemporânea na Europa no Museu da Figueira da Foz, no ano  seguinte uma amostra dos seus trabalhos de grandes dimensões e cerâmicas é programada, novamente, na Artur Bual.

 

Depois de um interregno voluntário de quase três anos, em 2014  a cidade de Avalon em França consagra os seus três Museus, em simultâneo, numa grande mostra sobre a sua pintura, trabalhos sobre papel e cerâmicas e inicia um ciclo de exposições sucessivas em Portugal e França.

 

Em 2015, com a Criação do Núcleo de Arte Contemporânea, na cidade de Torres Novas, faz-se a maior apresentação dos seus trabalhos em Portugal.

 

Neste ano, com o apoio da Embaixada de Portugal em Paris, são organizadas 3 exposições em França, ( Centre Culturel de Ormesson sur Marne; Palácio do Rei de Roma em Rambouiller e Festival do Património no Art Space de Angers ) e  3 exposições em Portugal ( Galeria Municipal de Teatro na Guarda; Galeria Municipal do Convento do Espírito Santo em Loulé e no Espaço Exibicionista em Lisboa ).

 

Nas ultimas décadas, as exposições de Luís Rodrigues ocorreram principalmente entre Paris, Madrid, Nova York, Montreal e Sofia.

ITINERÁRIOS DA MEMÓRIA
 
8 JUL - 30 AGO , 2016

O meu trabalho dos últimos anos tem evoluído dentro de uma temática em que a forma e a cor respondem mais a sonoridades (cores, perfumes, barulhos) relacionados com a minha percepção de certos locais , paisagens, lugares de ontem e de hoje, do que a uma representação propriamente realista.

 

Não se trata de captar um determinado momento,como acontecia com os paisagistas, mas antes do caminho percorrido pela sua concepção plástica, condensado em emoções que se traduz à superficie da tela por sobreposições de camadas, de formas escritas e de colagens, até que a pintura se transforma numa nova realidade, inesperada aquando da sua génese.

 

Dai os nomes " Paisagem da Memória “  ou melhor  "  Itinerários da Memória “


Luís Rodrigues

 

 

My work in recent years has evolved into a theme in which the shape and color respond to more sounds (colors, scents, sounds) related to my perception of certain places, landscapes, yesterday places and today, than a strictly realistic representation.

 

This is not to capture a particular moment, as with the landscape, but rather the path taken by its plastic design, condensed into emotions that translates to the surface of the screen by overlapping layers of written forms and collages, until the painting becomes a new reality, unexpected at its inception.

 

That´s why i gave the exhibition titles "Landscapes of the Memory" or  "The Routes of Memory"
 

Luís Rodrigues




 

OBRAS DISPONIVEIS PARA VENDA

ARTWORK AVAILABLE FOR SALE

Rua Dona Estefânia 157 C, Lisboa, Portugal | GPS: 38.732722, -9.141149 | T: +351 214 055 054 | info@espacoexibicionista.com

 

SEG-SEX: 11:00 - 20:00 | SAB: 11:00 - 18:00